Newsletter

Cadastre-se e receba todas as novidades

Equipe enxuta e gestão automatizada

Publicado em 05 de Jul de 2017 por Giovanna Henriques |COMENTE

Número certo de funcionários aumenta a margem de lucro e assegura a sustentabilidade do negócio



Texto Marcelo Casagrande | Adaptação Giovanna Henriques | Foto Shutterstock

idiomas

As histórias sobre gestões de empresas que escutou durante os anos em que dava aula de idiomas para executivos em sua própria casa ficou para sempre na memória do professor de idiomas, Faust Maurer. Tanto é verdade que, quando deixou de ser professor para tornar-se dono a Plan Idiomas, escola de idiomas com matriz no Rio de Janeiro, tratou logo de colocarem prática muitas lições que ouviu daqueles executivos.

Uma delas foi como gerir com eficiência uma equipe. “O primeiro passo para conquistar um gerenciamento eficiente foi optar pela redução do número de pessoas no quadro de funcionários. O resultado dessa ação foi um aumento de 30% no faturamento de todas as unidades da Plan Idiomas”, conta. Mas esse resultado não foi alcançado simplesmente por causa da redução. A implantação de um processo de gestão automatizado em conjunto com um sistema de gerenciamento de pessoas, que visa motivação por meio da autonomia e do reconhecimento, foi o grande pilar de sustentação desse crescimento.

A ideia era montar uma equipe qualificada e um sistema de informação eficiente. Por meio de um programa de computador feito sob medida para a Plan Idiomas, foi possível integrar os funcionários em todas as ações existentes. Com isso, qualquer pessoa pode acompanhar os processos de uma ação. Além desse investimento, lançou mão de programas de incentivo como gestão participativa e autonomia aos funcionários. Atualmente, as três unidades de negócio da Plan Idiomas contam com 252 funcionários.

Coleção Negócios - Gestor de Sucesso


COMENTE