Newsletter

Cadastre-se e receba todas as novidades

Dica de gestor: tire suas dúvidas sobre gestão e carreira

Publicado em 24 de Jul de 2017 por Giovanna Henriques |COMENTE

Gilberto Wiesel dá dicas e responde questões enviadas por leitores. Acompanhe



Texto Gilberto Wiesel | Adaptação Giovanna Henriques | Foto Shutterstock

gestor

Fui promovido a cargo de gestor da equipe de vendas da empresa em que trabalho há 10 anos. Estava muito empolgado e acreditando que sou apto para assumir esta posição. No entanto, nos últimos dias tenho enfrentado o desafio de não conseguir “ensinar” algumas tarefas complexas para algumas pessoas da minha equipe, e elas já levaram essa reclamação ao meu superior. Como faço para não correr o risco de ser demitido? João P. da Costa – São Paulo/SP

Resposta: Olá, João! Olha, nem todo mundo nasceu com o dom para ensinar, porém, o bacana é que podemos aprender, bastando que, para isso, tenhamos interesse em desenvolver este talento. Em primeiro lugar, só pode ensinar alguma coisa quem sabe, quem tem conhecimento do assunto, quem tem a expertise. Então, o que deve se perguntar nesse momento é: Eu conheço a fundo o assunto que tenho que ensinar? Sou expert? Tenho domínio do conhecimento a ser repassado? Fazem sentido essas perguntas para você? Se a resposta for não, ou mais ou menos, aproveite para fazer a próxima pergunta. O que necessito fazer, desenvolver ou melhorar para poder ter o conhecimento necessário que irá me dar segurança na hora de ensinar? Porém, se tem o conhecimento, é especialista no que desenvolve, eu aproveito e faço outra pergunta: O que está faltando para você ser um canal eficaz no repasse das metodologias? De posse dessas respostas, sugiro que reúna a equipe e converse com eles para saber quais são as dificuldades que estão tendo para entender e de que forma você deve melhorar para poder cumprir, da melhor forma, essa exigência que lhe foi solicitada. Esteja aberto para ouvir e crescer, assim, a partir dos feedbacks você poderá definitivamente atingir os objetivos pretendidos. Vá em frente.

 

Alcancei a tão almejada posição de diretor. No começo é tudo lindo e maravilhoso. Aumento de salário, respeito dos companheiros, alguns outros benefícios. Mas não tão simples quanto parece. A posição exige muito e confesso que tem sido muito difícil de lidar com os outros diretores da empresa, que estão implicando comigo constantemente. Uma espécie de teste da minha posição? Rodrigo N. Oliveira – São Paulo/SP

Resposta: Oi, Rodrigo! O que especificamente não é tão simples assim neste novo cargo que você assumiu? Pode responder? Faça uma lista, escreva em um papel. Nesta relação, que você relata estar difícil com os outros diretores, quais são os pontos, as razões, os momentos em que tem maior dificuldade para manter uma boa convivência? De posse dessas respostas eu aproveito e pergunto um pouco mais. O que você pode fazer, que depende exclusivamente da sua atitude, que irá melhorar de forma significativa o relacionamento com os demais diretores? O que você acredita que precisa acontecer, no ambiente em que está inserido, para mudar o seu sentimento? Imagine como seria se tudo estivesse de acordo com suas expectativas. Penso que, talvez, se fizer sentido para você, se tentar responder de forma sincera às perguntas acima e olhar com carinho os pontos que deve melhorar para deixar o seu convívio mais pacífico, acredito que fará uma grande diferença no seu dia a dia dentro da organização. Boa sorte!

 

Está com alguma dúvida? Mande suas perguntas sobre gestão , negócios e carreira para o e-mail: gestaoenegocios@escala.com.br


COMENTE