Newsletter

Cadastre-se e receba todas as novidades

Como aproveitar a digitalização a favor da sua marca

Publicado em 29 de Aug de 2017 por Redação |COMENTE

Ser ou não ser digital? Confira o artigo escrito por Irene Azevedoh e inspire-se!



Irene Azevedoh* | Foto Shutterstock 




Se William Shakespeare escrevesse hoje Hamlet, talvez Hamlet dissesse: Ser ou não Ser Digital? Esta é a questão! Vivemos em um ambiente de tantas transformações e cada vez mais rápidas que acompanhá-las será o grande desafio do ser humano neste nosso mundo atual. Pode ser que a sua questão não seja ser ou não ser digital, por que talvez o nosso Hamlet atual saiba mais de digitalização que nós, simples mortais, não idealizados por Shakespeare. Talvez a sua questão seja: O que é ser digital? E é sobre isto que quero escrever, pois muito se fala em digitalização e pouco há sobre dicas de como se usufruir melhor neste mundo de oportunidades que esta nova era nos apresenta.


Vou tentar resumir tudo que li e aprendi com uma receita simples: ser digital é estar conectado a diversas redes e aproveitar o melhor delas, conseguindo imprimir uma marca relevante com significado e lembrada por todos. Além disto, só a digitalização, neste novo cenário, pode oferecer a possibilidade de se fazer correlações significantes para os negócios, pois através de correlações das informações existentes será possível identificar tendências, novos mercados e direcionamentos relevantes.

Enquanto indivíduo, primeiro você deve identificar que mensagem quer passar para as pessoas com quem se relaciona. Esta é a etapa mais importante, pois não há digitalização que faça isto por você. O que o meio digital propicia é fazer com que esta mensagem seja passada exponencialmente para sua ou suas redes.  Este passo é importante para tudo na sua vida pessoal e profissional.


Todos nós deveríamos ter clareza das mensagens que passamos e para onde elas nos direcionam. Logo em seguida vem a segunda etapa, totalmente ligada à digitalização, que será identificar o que se quer tirar de cada mídia social em que estamos envolvidos. No momento seguinte, determinar com quem devemos falar e que mídia utilizar. E, só então, pensar nos conteúdos que utilizaremos nos diversos canais que as mídias sociais nos oferecem.Não acabou, não.

A última etapa é a da reflexão. Será preciso pensar como tem se comunicado com a sua rede e se precisa fazer algum ajuste nestes comunicados.Se você não está interagindo com a sua rede, precisa fazer algum ajuste nos conteúdos ou mesmo não está nos canais adequados das mídias sociais, não desanime. É hora de começar a ser digital e não ter mais conflitos de ser ou não ser. Não é um bicho de sete cabeças, só há necessidade de planejamento e de ação! 

*Diretora de Transição de Carreira e Gestão da Mudança da Consultoria Lee Hecht Harrison

 


COMENTE